Ouça em direto |

Vai começar a quaresma… de São Miguel Arcanjo!

No ano de 1224, ano em que recebeu os estigmas, S. Francisco de Assis faz no monte Alverne “para honra de Deus, da bem-aventurada Virgem Maria e de São Miguel, Príncipe dos Anjos, uma quaresma”.

A Quaresma a São Miguel Arcanjo é um tempo especial de oração e penitência. Tem início, com a Festa da Assunção de Nossa Senhora a 15 de Agosto e termina no dia 29 de Setembro, festa em honra dos Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael, (não contando os Domingos). São Francisco foi um santo que na sua vida mortal procurava cuidar muito a sua alma para não esfriar o seu amor por Jesus, com um espírito de oração e sacrifício muito grande.

Neste mês de Agosto, o Papa faz uma profunda reflexão sobre a situação da Igreja, a sua vocação, a sua identidade e chama-nos a renová-la “a partir do discernimento da vontade de Deus na nossa vida diária”. Para o Papa Francisco, em tempos de crise e dificuldades, a Igreja precisa de uma reforma que deve começar pela “reforma de nós mesmos” e “à luz do Evangelho”.

Francisco de Assis foi instrumento de renovação da Igreja no seu tempo como também o Papa Francisco ao iniciar o seu pontificado tomando o seu nome quis manifestar esse desejo de ser instrumento de renovação da Igreja para os nossos tempos. À luz do Evangelho acontece a primeira reforma na vida da Igreja que é a reforma de nós mesmos pela oração e penitência.

Assim neste tempo comum fazendo a quaresma de São Miguel desde a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora ao céu a 15 de Agosto, com a Sua coroação como Rainha dos Anjos e Santos a 22 de Agosto, com a festa da Natividade de Nossa Senhora a 8 de Setembro, com a celebração de Nossa Senhora das Dores a 15 de Setembro no dia seguinte à festa da Exaltação da Santa Cruz, vivemos um tempo mariano muito unidos a S. Miguel Arcanjo que celebramos a 29 de Setembro juntamente com S. Gabriel e S. Rafael na festa dos Santos Arcanjos! Com a ajuda de tantos santos que celebramos também durante estes quarenta dias nos dispomos para um tempo de crescimento espiritual. A realização da denominada quaresma de S. Miguel passa por rezar em cada dia as orações a S. Miguel Arcanjo (oração composta pelo Papa Leão XIII e a ladainha de S. Miguel) oferecendo uma penitência e acendendo uma vela.

A Quaresma de São Miguel reaviva também em nós a nossa devoção e o nosso relacionamento com os anjos. Por vezes esquecemo-nos deles, não os invocando nas nossas necessidades. O nosso anjo da guarda caminha sempre a nosso lado como auxílio dado por Deus para chegarmos ao céu.

Os anjos são seres puramente espirituais, não têm corpo, embora possam tornar-se visíveis aos nossos olhos como aconteceu com o Anjo de Portugal em Fátima que por três vezes apareceu aos Pastorinhos ensinando-os a rezar e a fazerem penitência! Os anjos estão a serviço de Deus e são muito mais poderosos e gloriosos que os homens. São Miguel Arcanjo é o príncipe da milícia celeste, protector da Santa Igreja, que no nosso julgamento nos conduz à presença de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que visita as almas do purgatório. Que está ao serviço de Nossa Senhora “esperando ansiosamente as suas ordens” como afirma S. Luís Maria de Monfort.

S. Bernardo de Claraval afirmava que se não avançamos na nossa vida espiritual  é sinónimo de que recuamos. É tempo de crescer na vida espiritual, é tempo de quaresma de São Miguel.

Que os Santos Anjos nos guardem de todo o mal e nos façam crescer no amor a Deus. Quem como Deus? Ninguém!

Padre Marco Luís

email: director@radiomaria.pt

Other Director's Messages